Vereadores lançam Voto de Repúdio a blogueiros que tentam denegrir a imagem do Legislativo

por arp publicado 25/05/2017 13h59, última modificação 25/05/2017 13h59

Em virtude das fortes chuvas que caem em Arapiraca, nos últimos dias, pensando no melhor conforto para todos,  principalmente pelas pessoas que acompanham as sessões da Câmara Municipal de Arapiraca, o Poder Legislativo realizou na noite desta quarta-feira (24), sua sessão ordinária, tendo como local o auditório do Clube de Dirigentes Lojistas (CDL), localizado na Rua Domingos Correia, centro de Arapiraca.

Segundo a presidente vereadora Professora Graça, o motivo da transferência em regime especial, aconteceu depois de uma reunião da Mesa Diretora da Casa, com os demais vereadores, em razão da bica do plenário não está suportando o grande volume de água dos últimos dois dias na cidade, por isso esta transferência na noite desta quarta-feira.

Durante os trabalhos na noite de hoje, vários requerimentos foram discutidos e votados pelos vereadores.

Entre eles, a resposta do prefeito Rogério Teófilo (PSDB), ao enviar para Casa, a lista com todos os nomes dos aprovados no Procedimento Seletivo Emergencial Temporário da Secretaria de Educação, da Prefeitura Municipal de Arapiraca, solicitado pelos vereadores. Em sua explicação, a Professora Graça, disse que os 17 vereadores vão analisar todo o conteúdo e que posteriormente, estará publicando o resultado desta avaliação.

Também chegou a lista com todos os nomes dos secretários com suas respectivas portarias, solicitação feita anteriormente pelo vereador  Edvânio do Zé Baixinho.

Outra importante discussão na noite desta quarta-feira (24), foi com relação à chegada na Casa, do Projeto de Lei do Executivo, que dispõe sobre o regime de descontos para o pagamento das obrigações tributárias do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), referente ao exercício  de 2017.

Todos os vereadores presentes à reunião foram unanimes em afirmar, que da maneira em que foi enviado ao Poder Legislativo esse projeto do IPTU, não pode ser colocado em votação, sem antes não passar por uma ampla discussão, inclusive, sendo defendida a realização de uma audiência pública com a participação da sociedade, que também é parte interessada.

Pelo projeto, haveria um desconto de 50% para quem pagar à vista, 40% para quem pagar em duas vezes e 30% para quem pagar em três vezes.

Os vereadores se mostraram bastante preocupados com as cobranças, explicando que poderá haver um aumento na inadimplência, justamente, porque muita gente não poderá pagar esses valores.

Professora Graça, também pediu ao prefeito que estenda este mesmo benefício seja dado para os contribuintes que não quitaram o seu IPTU, de 2013 a 2016, porque tarará um grande avanço na contribuição tributária, onde muita gente vai ter a oportunidade de quitar a dívida.

Na parte das explicações  pessoais dos vereadores, o primeiro a falar foi o Pastor Marcos Caetano, que iniciou dando um voto de repúdio, as críticas que estão sendo feitas aos vereadores, por parte da imprensa, principalmente por pessoas que ele classificou de incapacitadas intelectualmente, que usam a mídia para tentar denegrir a imagem de homens e mulheres de bem.

Segundo o Pastor Marcos Caetano, os assuntos levantados ultimamente contra o Poder Legislativo de Arapiraca, não são dignos de atenção, principalmente por faltarem com a verdade.

Ele disse que fica muito mais triste, pelo fato de que as pessoas estão comprando uma mentira criada por alguém que nada tem a acrescentar de bem para a cidade.

O Pastor Marcos Caetano, disse que ninguém estava brincando de fazer política no Poder Legislativo e conclamou a todos, a não compartilharem com mentiras nas redes sociais, que só vêm a denegrir com a imagem da cidade.

O vereador Moisés Machado, também foi outro a lamentar esse tipo de coisa, lembrando, que em toda a história do Poder Legislativo de Arapiraca, ninguém nunca viu uma campanha tão difamatória como a que está acontecendo agora.

Moisés Machado lamentou que neste contexto, haja servidores da prefeitura, usando as redes sociais para denegrir a imagem de uma instituição como a Câmara Municipal.

Moisés Machado, perguntou o porquê de um vereador não pode ter um cargo comissionado, se em todas as esferas isso acontece.

Ele foi mais além e também perguntou, porque um vereador não pode se ele é parceiro de uma administração e um vereador de Pão de Açúcar, pode?

Ele perguntou também, por que um vereador de Arapiraca não pode ter um cargo comissionado e um vice-prefeito de outra cidade, pode?

Moisés Machado afirmou que a prefeitura está mapeada com cargos de “fantasminhas” e é bom o próprio prefeito Rogério Teófilo, dizer quem são os fantasmas.

Ele encerrou afirmando que o Poder Legislativo tem que emitir uma nota oficial de repúdio contra essas pessoas que estão tentando denegrir a imagem da Câmara Municipal e que aponte os nomes de quem está envolvido em atos errados.

O vereador Fabiano Leão, disse que durante toda esta semana foi de críticas e mais críticas contra os vereadores, principalmente nas redes sociais e feitas por pessoas que não têm a menor responsabilidade com a verdade.

Fabiano Leão, também falou em “fantasminhas” na administração municipal, filho de um advogado, que mora em Maceió e recebe um salário de R$ 11,800, 00, sem pisar um só dia em Arapiraca e o próprio filho do prefeito Rogério Teófilo, que é “fantasminha”, na prefeitura.

Fabiano Leão, disse que é preciso que o Departamento Jurídico da Câmara Municipal, entre com processos contra essas pessoas que denigrem a imagem do Legislativo sem provas alguma.

Professora Graça, também foi outra a se mostrar indignada com essas críticas, afirmando que não se atira pedra em árvores que não dão frutos, ao se referir a atuação dos 17 vereadores, que no seu entendimento, está incomodando a alguém, onde o Legislativo vem realizando um trabalho sério em benefício da sociedade, que precisa vir às sessões para acompanhar de perto o trabalho de cada parlamentar e fazer sua avaliação.

Professora Graça falou sobre a atuação profissional de três membros da imprensa arapiraquense, que trabalham com respeito e ética, citando o radialista Isve Cavalcante, da 96 FM Arapiraca, Nasário Silva, da Pajuçara e Carlos Bandeira, do Jornal Arapiraca, um dos mais importantes jornalistas do Estado de Alagoas.

Professora Graça, disse que o Brasil, vem passando nos últimos dois anos, por uma crise muito grave, que não é política, porém, uma crise moral, onde o cidadão deixou de saber o seu papel.

Ela disse que lamentava muito esse problema que vem acontecendo com as críticas ao Poder Legislativo, que no seu entendimento, tem cumprido com o seu principal papel que é além de criar leis, fiscalizar o executivo e isso vem sendo feito com respeito.

Professora Graça disse que os Poderes Legislativo e Executivo, estão passando por momentos de turbulência, mas deixou claro, porém, por falta de dialogo que se resolve tudo.

Ela encerrou afirmando que não fazia a menor questão de discutir o que ela chamou de imprensa marrom, que só vive da miséria alheia e sem nenhuma responsabilidade com a verdade dos fatos, mas com mentiras e maldades.

O último a falar foi o vereador Melquisedec, que também lamentou esses últimos acontecimentos com parte da imprensa, preferindo não comentar o assunto, porque ele teria coisa mais importante para falar do que está dando Ibope a quem faz a imprensa marrom.

Melquisedec, disse que estava bastante triste com o tratamento que o governador Renan Filho, tem dado a Polícia Civil do Estado de Alagoas, mas precisamente a Aspol. Segundo Melquisedec, os policiais civis estão descontentes com o governador Renan Filho, quando o assunto é a custódia de presos. Segundo ele, a Central de Polícia, que abrange 12 cidades do Agreste e do Sertão, hoje está abrigando 25 presos, quando sua capacidade é de seis detentos.

Na Casa de Custódia, a situação, segundo o vereador, é mais grave ainda, quando sua capacidade seria para abriga 90 presos, tem 153 detentos, dos quais, 53 são de São Miguel dos Campos.

Outro sério problema levantado pelo parlamentar foi o fato de o diretor do presídio, tem uma determinação da Justiça, para não receber presos de fora, porque será punido, porém, um diretor da Secretaria de Segurança Pública, determina que ele receba esses presos.

Porém, ele também enalteceu a iniciativa do Defensor Público, André  Chalub, que defende que esta mesma punição, também seja extensiva seja para o secretário para evitar que ele pare de tomar essas determinações. Melquisedec concluiu afirmando, que Arapiraca tem se transformado em depósito de presos e parabenizou tanto a Polícia Civil como a Polícia Militar, que têm cumprido com as determinações do governo do estado, realizando as prisões.

 

 

Da Assessoria de Comunicação Social da Câmara Municipal de Arapiraca: Cláudio Roberto.

 

RandLed
RandLed disse:
30/05/2019 20h05
24 Hr Canadian Pharcemy Clomid Ado [url=http://viacheap.com]viagra[/url] Viagra Y El Embarazo Bupropionxl Generics Med Indian
AustKn
AustKn disse:
24/06/2019 10h06
Order Levitra At Walmart [url=http://ciali40mg.com]order cialis online[/url] Priligy Pills In India Meloxicam 1.5mg Uk
AustKn
AustKn disse:
12/07/2019 02h38
Can I Purchase Levaquin Drug Interaction With Cephalexin Canadian Cheap Meds [url=http://viaapill.com]viagra online[/url] Priligy Uk Buy
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.